segunda-feira, 12 de agosto de 2013

A DITADURA DO AÇÚCAR E O VINHO

              O vinho "Chalise" da Vinícola SALTON, Tuiuty, Bento Gonçalves, mudou o rótulo e acrescentou na relação de ingredientes o AÇÚCAR, mesmo na versão do vinho SECO. Aqui no Brasil temos vinhos: "seco", meio seco ou "demi sec" e "suave", além do "licoroso" (argh!).
              Em países civilizados os vinhos são apenas tinto ou branco. Essa palhaçada de suave, meio seco e licoroso é coisa de brasileiro (aquilo que os argentinos chamam de coisas de 'macaquitos').
              No caso do vinho suave,  o termo "suave" é ENGANADOR. Vinho "suave" é vinho com AÇÚCAR. O açúcar misturado a uma bebida alcoólica a torna mais pesada, indigesta, e "capitosa" (sobe à cabeça mais facilmente) e a ressaca é pior.
              Vinho de verdade é uma bebida obtida  da fermentação de uvas, E SÓ. Açúcar no vinho é ADULTERAÇÃO DO VINHO,  apenas mais um passo do avanço da ditadura do açúcar.
              Não sei se essa troca de rótulos do "Chalise" se deu por um surto de HONESTIDADE da vinícola que resolveu dizer que colocava açúcar onde sempre colocou, ou se ela está apenas cumprindo a lei.
               As DUAS leis que regulamentam a fabricação de de vinho e  a de cerveja no Brasil, são  DOIS monstrengos jurídicos. Em breve colocarei aqui o texto da lei que regulamenta a fabricação de vinho (um monstrengo mais disforme que a lei da cerveja) com meus comentários. Só para vocês sentirem o gostinho, para os casos dos vinhos onde é adicionado muito açúcar, a lei oferece aos produtores de vinho um PISO de quantidade de açúcar. Quando o RACIONAL seria impor um TETO.
              Note, amado leitor, que na carta de vinhos brasileiros, você tem o "direito de escolher" entre quatro versões de vinho: 'seco', meio seco, suave e licoroso. Em TODAS as quatro versões o AÇÚCAR está presente.
               É por causa dessa IGNOMÍNIA que evito sempre os vinhos brasileiros e prefiro os portugueses, argentinos, chilenos, italianos, etc. Vinhos de países onde sei que não usam o AÇÚCAR no processo de confecção do vinho. Nosso vizinho, o Uruguai, adultera seus vinhos com AÇÚCAR. Gosto do varietal tannat, mas evito os do Uruguai. E  evito por causa disso. Já comprei vinho uruguaio com rolha da vinícola brasileira Aurora. É bem verdade que no rótulo brasileiro do vinho uruguaio, um rótulo de letras pequenas que fica no verso da garrafa, a SACAROSE está presente. O consumidor que compra o vinho lendo apenas o rótulo original será enganado.
             
           

Nenhum comentário:

Postar um comentário