quinta-feira, 11 de julho de 2013

VINHO UM BRINDE À VIDA

          Os judeus costumam exclamar "Le Chaim" quando elevam um brinde com uma taça de vinho. Le Chaim (diga le raim, som de "h" em have) significa "À Vida". Desde que ouvi isso pela primeira vez nunca mais me esqueci, tamanho o meu encantamento. A seguir uma explicação para esse fato:

         "O Talmud relata que certa vez Rabi Akiva fez uma festa em honra ao seu filho e a cada copo servido ele pronunciava:
                           'Vinho e vida para os nossos sábios'...
                          'Vida e vinho para os nossos sábios e seus alunos'.

          "Já no tratado Sanhedrin, o Talmud relata que uma pessoa julgada e condenada à morte, quando ia ser executada, davam-lhe uma porção de olíbano (uma resina usada nos incensos) diluída em vinho, para entorpecer os seus sentidos. 
 Neste mesmo tratado, o Talmud relata que o vinho também era servido aos enlutados, segundo a orientação do versículo do Eclesiastes (31:6):

                 'Deem bebida forte ao pobres e abandonados, e vinho aos de alma amargurada'.

          "Nós, portanto, pronunciamos Le Chaim (Para a Vida) quando bebemos vinho para diferenciar o nosso ato de beber de qualquer evento triste ligado à morte ou ao luto.
O Netsiv de Volozhim, rabino Naftali Tsvi Yehuda Berlin (Lituania 1817-1893) acrescenta que o significado da dupla benção que Rabi Akiva fazia:
         'Vinho e vida... Vida e vinho'
era o que ele estava desejando aos seus convidados, que o vinho que estava sendo servido não fosse nem como o vinho dado a um condenado antes de sua execução: 'Vinho e (ausência de) vida' nem como o vinho bebido por enlutados '(ausência de) Vida e vinho'.

          "Que possamos sempre celebrar e brindar com Le Chaim (À Vida).


Fonte: Eduplanet.net. Le Chaim por Dámaris Tavares, traduzido pelo Google e copidescado por mim.



Nenhum comentário:

Postar um comentário